Que venha o Melhor de Nós!

7 Maio 2020 Factor H

Quando toda esta pandemia terminar e olharmos para trás, certamente a primeira ideia que nos virá à Mente é “Parabéns …sobrevivemos!”. E sim, é caso para nos parabenizar, pois nunca antes vivemos momentos tão incertos, voláteis e complexos como os que agora estamos a viver. Mas para sobrevivermos é necessário cada um fazer a sua parte.

O medo inevitável que assolou as pessoas, as equipa e as organizações pode servir, exatamente, só para nos sentirmos amedrontados ou, pelo contrário, aproveitar essa energia tão poderosa do medo para o transformar de uma forma positiva em resiliência.

Sabemos por experiência que são os períodos difíceis que nos trazem as maiores transformações, que nos fazem superar os maiores desafios e nos transformam por dentro, emocionalmente, fazendo-nos focar nas nossas prioridades e fazer valer ainda mais os nossos valores.

Num período em que somos “forçados” a estar longe das nossas equipas, longe da nossa família, é natural que nos sintamos mais perdidos, mais desacompanhados e mais fechados sobre os problemas do que a investir em soluções que são difíceis e imprevisíveis para todos.

Pois é, isolamento social não implica afastamento social. Carência de contacto pessoal não implica falta de partilha com aqueles que mais prezamos na nossa vida.

A pandemia COVID 19 veio trazer-nos medo, insegurança, mas também nos trouxe o momento perfeito para mostrarmos que conseguimos superar as adversidades e que, tal como em todos os filmes, as melhores personagens sofrem para alcançar os seus objetivos, mas no final o que fica é o Melhor de Nós!